Blog

As Brumas de Ébano

A Fortaleza do Dragão caiu e, junto com ela, a esperança. As forças da Luz não conseguiram derrotar o exército da escuridão, e os heróis se tornaram fugitivos em sua própria terra.


Feitiço

Annabelle quase perdeu sua magia. Quase! O perigo, no entanto, está sempre próximo, aguardando qualquer descuido…


Sombras da Primavera

Quem controla o coração? Medo ou amor? Melissa e Vincent confiaram no destino; agora, precisam confiar na força deste amor. Amor, escolha, compromisso… Conflitos agitam a frágil realidade do Mundo Físico, enquanto intrigas se multiplicam no Mundo Mágico, onde nem tudo é o que parece ser. Amizades improváveis surpreendem com novas alianças; maldições e traições colocam o perigo […]


Matéria no Estadão (19/05/2018)

A  Mundo Uno Editora e  Cristina Pezel, autora de O Mundo de Quatuorian, foram mencionadas nesta matéria do jornalista Matheus Mans no Caderno de Cultura do Estado de São Paulo, publicada em maio de 2018, que fala sobre fantasia nacional. Matéria em pdf: Literatura de fantasia ganha fôlego no Brasil Matéria na íntegra no site: https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,literatura-de-fantasia-ganha-folego-no-brasil,70002314813


O Mundo de Quatuorian – Vol I

Acompanhe a jornada destes três jovens, da infância até a juventude: poderes especiais, criaturas gigantescas, flora e geografia exuberante e fantástica irão envolver você da primeira até a última página.


Encanto

Quando achei que não poderia mais me surpreender, a autora vem com uma tremenda reviravolta me fazendo desconfiar por várias vezes de Ryan. Os personagens assim como no livro anterior estão muito bem construídos e Annabelle teve uma ótima evolução. A narrativa continua fluída e bem dinâmica, tanto que você nem sente que está chegando no final do livro e ansiando por mais.


Cores de Outono

O INESPERADO, O IMPOSSÍVEL, O DESTINO… Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração.


Herdeira?

A escrita da autora é ágil e descritiva, o que torna a leitura mais rápida e fluída. Eleonor não se prende ao que não importa, o que gostei muito. Outra coisa que eu adorei é a falta de romance na trama. Nem peguem esse livro para ler se, o foco principal de vocês, for romance, porque aqui não tem isso. Ao contrário: o leitor vai encontrar ação do início ao fim, cenas de luta e até um tantinho de sangue para aplacar a sede dos leitores que curte esse gênero.